"Nascer, morrer, renascer ainda e progredir continuamente, esta é a Lei."

Carta do Pastor Benjamim Cezar à Escola Jesus Cristo

Carta do Pastor Protestante Sr. Benjamim L. A. Cezar, da Igreja Cristã Presbiteriana do Brasil.



“Campos, 27 de outubro de 1939.

A Escola Jesus Cristo,

Meus prezados amigos, não sou espírita nem aceito muitas das crenças que sustentais e propagais. Este fato, porém, não inibi que entre vós e mim se estabeleça espontaneamente certa corrente espiritual. Chegastes para mim pelo contato amistoso e fraternal de Clóvis Tavares. E eu me aproximei de vós, indo, três vezes, falar-vos na vossa antiga casa, sobre verdades da Bíblia comum ao vosso como ao meu sistema. Tudo, vi-vos, observei-vos de perto, conheci-vos e passei a amar-vos. Daí, esta comunhão de sentimentos e de afetos, que conto como duradoura, embora continueis vós a crer em doutrinas que eu não admito e insista eu admitir verdades em que vós não credes. Já há muito ouvia falar de vós e há muito desejava visitar-vos. Quando realizei a segunda visita, verifiquei "de visu"* o alcance de vosso trabalho. Obra espiritual, educativa, intuitiva, de filantropia, de fraternidade, de tolerância; cheia de amor, de consagração, de entusiasmo; em que o misticismo se confunde com a atividade, a prece com o trabalho, a crença com um programa social – essa obra só podia constituir a irradiação necessária, inevitável, de almas sinceras e idealistas. E porque o foi, vós, em tão pouco tempo, crescestes, vós desenvolvestes, vós implantastes em Campos, fizestes milagres. Se colimardes estes mesmos ideais, que não será o vosso trabalho daqui a cinco, a dez anos? Simplesmente grandioso! Hoje inaugurais vossa casa própria. Casa, que será para vós, e para os pobres e infelizes. Compartilhando da vossa alegria, gostaria de saudar-vos a viva voz, satisfação e honra que não posso conceder-me em virtude de compromissos inadiáveis. “Então lhes disse: “Quem receber esta criança em meu nome, recebe-me a mim; e quem me recebe a mim, recebe o que me enviou; porque aquele que entre vós for o menor, esse será o maior”. (Lc 9:48; Mt 18:5).

Cordialmente,

Benjamin L. A. Cezar
Ministro da Igreja Presbiteriana do Brasil

*“De visu” – expressão em latim que significa testemunha do fato, ou pessoa que presenciou o fato.

Obs.: Nesta data (27/10/1939), ao completar 4 anos de sua fundação, a Escola Jesus Cristo inaugurou a sua sede própria e definitiva, situada na rua dos Goitacazes no 177, adquirida por sua Diretoria com a colaboração de amigos em julho do mesmo ano; conforme Ata no 65 de 21 de julho de 1939.

Nenhum comentário:

Postar um comentário